24 nov

Você sabe qual é a Diferença entre incidente, quase acidente e acidente?

De fato, gera dúvida quanto à interpretação, portanto hoje iremos discorrer sobre este tema e para compreendermos nada melhor do que ver o exemplo prático entre as três situações citadas no título. Existem situações que fica bastante complicado definir se é um acidente, incidente ou quase acidente. Vale ressaltar que tem empresas que adotam outros meios de definição; inclusive, envolvendo meio ambiente e patrimônio e assim por diante.

Diante do exposto se faz necessário compreender os conceitos em sua essência para podermos definirmos o que realmente significa no seu contexto geral. Vejam os exemplos abaixo.

 

Incidente

Vamos para um exemplo prático: Você cumpriu suas oito horas de trabalho e foi embora descansar. Ao retornar no dia seguinte, há uma marreta que caiu de um armário bem no seu posto de trabalho. Considerando que não houve dano pessoal algum e não teria a possibilidade de te atingir, pois você não estava no local, então dizemos que isso foi um incidente.

post-2b

 Quase acidente

A mesma cena acima se repete, porém, desta vez você estava ao lado de seu posto de trabalho. Por questões de segundos ou de centímetros, a marreta não te acertou. O evento foi o mesmo, mas neste caso, havia alguém próximo da ocorrência e que poderia ser atingido.

post-2c

 Acidente

O evento se repete, mas desta vez você estava em seu posto de trabalho e, obviamente foi atingido pela marreta. Seguindo este raciocínio, chegamos à conclusão que, mesmo que não haja lesão, o acidente aconteceu.

*Há empresas que adotam sistemas diferentes de classificação de acidentes e que nem se quer utilizam o termo quase acidente. Há empresas que utilizam o nível de acordo com a lesão (para acidente pessoal); extensão – para acidente ambiental e custos – para acidente patrimonial.

post-2d

Fonte: MR Safety Soluções em Engenharia e Coaching.

 

 

 

 

 

 

 

Fonte.MR Safety Soluções em Engenharia e Coaching.

related posts